|
|

Venture capital: entenda sua importância para o ecossistema de inovação

O venture capital tem grande relevância para as inovações tecnológicas de diversos setores, já que atua diretamente no desenvolvimento de startups disruptivas.

Compartilhe

Um dos principais integrantes dos investimentos no mercado de privados, o venture capital tem grande relevância para as inovações tecnológicas de diversos setores, já que atua diretamente no desenvolvimento de startups disruptivas. O venture capital permite que essas empresas com grande potencial de inovação recebam recursos financeiros para expandir suas operações e desenvolver suas ideias e projetos.

Descubra com este blog: 

  1. O que é venture capital e como ele pode ajudar a impulsionar o crescimento de startups brasileiras inovadoras?
  2. Quais são as principais diferenças entre private equity e venture capital 
  3. As tendências de investimento em startups no Brasil em 2023 
  4. A importância do investimento em inovação no mercado financeiro atualmente
  • O que é venture capital e como ele pode ajudar a impulsionar o crescimento de startups brasileiras inovadoras?

Como citado anteriormente, o venture capital ajuda startups a superarem a fase inicial de desenvolvimento, permitindo que elas aumentem suas equipes, desenvolvam novos produtos e tecnologias e ampliem sua presença no mercado. 

Vale relembrar: o venture capital é voltado ao “garimpo” de companhias inovadoras, geralmente do setor tech, em fase inicial de estruturação. O corporate venture capital também tem sido destaque nesse mercado. Tal modalidade dá a chance de grandes empresas investirem diretamente em startups ou companhias menores. 

Blogs que podem ser úteis para você:

O venture capital também agrega valor ao ecossistema de inovação por atrair talentos para este setor, uma vez que as startups financiadas por ele oferecem novas oportunidades de trabalho. Isso, por sua vez, pode levar a um aumento geral do nível de inovação em um determinado mercado ou região.

Muito além do dinheiro: em paralelo ao capital investido, o venture capital  oferece recursos como conhecimento e experiência em gestão empresarial, contatos em diversos setores e orientação estratégica. Esses suportes podem ser muito valiosos para startups recém criadas, que ainda estão aprendendo a lidar com os desafios de administrar um negócio.

  • Quais são as principais diferenças entre private equity e venture capital 

As diferenças entre private equity e venture capital atuam em uma linha tênue, porém, podemos distingui-los pelo nível de capital investido, tipos de empresa que investem e o quanto se envolvem no negócio. 

  1. VCs normalmente investem US$ 10 milhões ou menos. PEs normalmente investem US$ 50 milhões ou mais.
  1. VCs visam startups em estágio inicial. PEs têm como alvo empresas maduras.
  1. VCs detêm uma participação minoritária na empresa. PEs compram o controle acionário dos acionistas.
  • As tendências de investimento em startups no Brasil em 2023 

Em 2023, até o momento, o cenário é incerto, com a taxa de juros alta e a crise no SVB, o banco das startups, entre outros fatores. Neste sentido, as mesmas trabalham para mostrar que são sustentáveis e capazes de gerar caixa. Além de captar aportes, seguir inovando também deve ser um dos focos para este ano.

Venture capital em 2022: foram fechadas 758 rodadas de investimentos em startups, somando US$ 4,9 bilhões. Entre os setores que mais atraíram investidores, temos as fintechs, com 176 deals e US$3,7 bilhões captados, de acordo com o Sling Hub, uma plataforma de inteligência de dados. 

Se aprofunde no mercado de privados:

Também vale destacar que, de acordo com a Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (Abvcap), as startups que criam soluções para o setor varejista, conhecidas como retailtechs, lideraram o ranking com 87 acordos firmados e um total de US$1 bilhão captado. As demais áreas que se destacaram foram saúde, educação, marketing e agricultura, conhecidas como healthtechs, edtechs, martechs e agtechs, respectivamente.

Fintechs em evidência: de acordo com o relatório Fintech Report 2022, a América Latina, incluindo o Brasil, tornou-se líder no cenário global de soluções financeiras oferecidas por fintechs. O país possui um total de 1.289 startups financeiras, sendo que 63% delas foram criadas nos últimos seis anos. As categorias que mais se destacam são crédito, em primeiro lugar, com 17,5%, e meios de pagamento, com 14,4%.

  • A importância do investimento em inovação no mercado financeiro

É notável que no mercado financeiro atual, o investimento em inovação tem sido fundamental para as empresas se destacarem e crescerem. Com a evolução tecnológica, as fintechs têm ganhado espaço como importantes protagonistas desse setor, impulsionando a busca por novas soluções. 

Aprenda mais: 

Nesse contexto, o private equity e venture capital têm desempenhado um papel relevante, financiando startups inovadoras e apoiando o desenvolvimento de novas tecnologias. Em resumo, investir em inovação é essencial para empresas que buscam se manter competitivas e crescerem no mercado financeiro atual.

Crie sua carteira com a DXA Invest e comece a investir neste mercado

Publicado por Equipe DXA Invest.

Agradecemos pelo interesse! Entraremos em contato em breve.
Não foi possível enviar! Por favor, tente novamente.
PT