|
|

O poder disruptivo das startups latino-americanas no mercado de privados

Com o apoio do venture capital, startups conseguiram desenvolver produtos e tecnologias únicas, com notável representatividade e evolução.

Compartilhe

Ao longo dos últimos anos, temos notado o fortalecimento de startups latino-americanas no mercado como um todo e, por consequência, grandes investimentos de venture capital também ganham destaque. 

Todo esse contexto é marcado por importantes inovações tecnológicas, as quais solucionam diversas dores de consumidores e revolucionam setores.

Entenda melhor a potência das startups e do venture capital na América Latina:

  1. Mercado de privados na América Latina
  2. O potencial disruptivo dessa região 
  3. Entendendo a relevância do venture capital 
  • Mercado de privados na América Latina

De fato, há uma consolidação digital na região, impulsionada pela pandemia do Covid-19, que serviu como um catalisador da transformação digital em diversos setores ao redor do mundo – principalmente o financeiro.

Com o apoio do venture capital, as startups conseguiram desenvolver produtos e tecnologias únicas que, apesar da notável representatividade e evolução que já possuem, ainda podem ser utilizadas para otimizar outros processos e mercados.

Centenas de milhões: prova desse potencial disruptivo no setor financeiro do Brasil é o aumento dos investimentos em fintechs, no segundo semestre deste ano.

Essas startups levantaram US$ 108,5 milhões em agosto, praticamente metade de tudo que foi captado no primeiro semestre. 

Conteúdos recomendados: 

Apesar dos avanços já alcançados, ainda há muito a ser explorado na parte tecnológica e criação de valor a longo prazo na região. Atualmente, as empresas de tecnologia contribuem com apenas 1,5% do PIB, revelando um potencial considerável para expansão.

Se as empresas de tecnologia da América Latina conseguissem alcançar um patamar semelhante ao dos Estados Unidos, poderiam adicionar até US$ 3,2 trilhões em valor econômico da região nas próximas décadas, segundo a Atlantico. 

  • O potencial disruptivo dessa região

Dado que o mercado financeiro da América Latina enfrenta desafios significativos e ineficiências a serem melhoradas – como foi contextualizado anteriormente – essas startups têm como objetivo proporcionar soluções inovadoras para atender às crescentes necessidades da região. 

Nos países emergentes, onde as preocupações dos consumidores muitas vezes são mais urgentes do que em nações desenvolvidas, a consolidação dessas empresas como agentes disruptivos oferece um potencial de transformação e retorno ainda mais expressivo.

Explore mais o mercado privado:

Um exemplo de sucesso no Brasil é o Nubank. Onde cinco grandes bancos controlavam 80% do mercado, o banco digital prosperou ao adotar medidas como desburocratização, digitalização completa e democratização do sistema bancário. 

Após receber aportes de diferentes fundos de venture capital, crescendo exponencialmente, hoje o Nubank possui mais de 80 milhões de clientes – cerca de quatro vezes mais do que em 2020 – e suas ações já registraram um impressionante aumento de 104% em 2023, até o momento.

A fintech já é um dos bancos mais valiosos da América Latina e o quarto maior em número de clientes no Brasil, ultrapassando até mesmo os bancos tradicionais.

  • Entendendo a relevância do venture capital 

À medida que os investidores de venture capital continuam acompanhando de perto essas empresas, podemos observar uma onda de inovação e transformação no setor financeiro latino-americano como um todo. 

Captação em 2023: as startups brasileiras receberam US$ 778,1 milhões nos primeiros seis meses do ano, segundo a Distrito.

Ao considerar tudo isso, pode-se afirmar que o Brasil e a América Latina oferecem valiosas lições para concorrentes internacionais, especialmente em estratégias de marketing, expansão de mercado, aprimoramento da experiência do cliente e desenvolvimento de estratégias.

Diversifique seus investimentos no mercado privado

Publicado por Equipe DXA Invest.

Agradecemos pelo interesse! Entraremos em contato em breve.
Não foi possível enviar! Por favor, tente novamente.
PT