|
|

Conheça as estratégias de investimento em capital privado

Esse tipo de investimento abrange diversas subcategorias, como o private equity, que investe em empresas mais maduras e o venture capital.

Compartilhe

O investimento em participação privada faz parte de uma das categorias dos investimentos alternativos. Esse tipo de investimento abrange diversas subcategorias, como o private equity, que investe em empresas mais maduras e o venture capital, que mira empresas em estágios iniciais. 

Conheça agora alguns tipos de investimento – ou estratégias – em participações privadas:

  1. Private equity 
  2. Venture capital
  3. Growth equity
  4. Leveraged buyouts (LBO)
  5. Turnaround
  • Private equity 

Private equity refere-se a um tipo de investimento no mercado privado, fora da bolsa de valores. Trata-se de um investimento alternativo, assim como o venture capital e outros. Investidores que buscam oportunidades em private equity visam participar do crescimento de empresas já estabelecidas e consolidadas no mercado. Essas empresas geralmente estão presentes em setores da economia real e operam em indústrias tradicionais, com perspectivas sólidas de crescimento no médio e longo prazo.

Explore o mercado privado:

Alto potencial de crescimento: de acordo com a consultoria britânica Preqin, os ativos sob gestão no mercado de private equity e venture capital devem somar US$11,12 trilhões até 2026. 

  • Venture capital

Enquanto o private equity concentra-se em empresas já estabelecidas e consolidadas, o venture capital tem como foco empresas inovadoras, especialmente aquelas relacionadas à tecnologia, que estão em estágios iniciais de desenvolvimento e estruturação. Nessa fase inicial, as startups estão trabalhando no desenvolvimento de soluções disruptivas para abordar problemas de mercado. 

Continue aprendendo: 

Elas contam com equipes de fundadores altamente talentosos, comprometidos em transformar suas ideias em realidade. Investir em empresas em estágio inicial permite fazer parte do processo de inovação e ter uma visão privilegiada das tecnologias e produtos revolucionários que estão sendo desenvolvidos, além de ser uma oportunidade de participar do crescimento de companhias que estão moldando o futuro e influenciando a forma como trabalhamos.

  • Growth equity

A modalidade de growth pode ser considerada como um ponto intermediário entre o venture capital e o private equity. Seu foco é direcionado a empresas de diversos setores que estejam buscando expandir suas operações e que já possuam um certo histórico de atuação no mercado. Essa abordagem se baseia em identificar empresas promissoras que tenham o potencial de escalar seus negócios de forma significativa. 

Ao investir nesse estágio, os investidores têm a oportunidade de se envolver com empresas que já demonstraram um certo nível de sucesso e que estão prontas para dar um salto em direção à consolidação de mercado. O investimento em growth proporciona benefícios tanto para os investidores quanto para as empresas em crescimento. 

Os investidores podem se beneficiar ao participar de uma fase crucial de expansão, captando os ganhos proporcionados pelo aumento do valor da empresa à medida que ela se desenvolve. Já as empresas em crescimento podem aproveitar os recursos financeiros e expertise dos investidores para impulsionar seu crescimento, aproveitando as oportunidades de mercado e alcançando um novo patamar de sucesso.

  • Leveraged buyouts (LBO)

O leveraged buyout (LBO) é uma estratégia empregada no campo do private equity, que se baseia na alavancagem financeira para impulsionar o retorno sobre o investimento. Nessa modalidade, um fundo de private equity adquire a participação majoritária em uma empresa já estabelecida, seja ela de capital público ou privado. O investimento total realizado é composto por uma combinação de capital próprio dos investidores e capital de terceiros na forma de dívida.

Leia mais:

Essa abordagem permite que o fundo de private equity realize aquisições de maior porte e execute projetos e transformações mais significativas dentro da empresa-alvo. Ao utilizar a alavancagem financeira, ele tem a oportunidade de ampliar seu poder de investimento e aproveitar as oportunidades de crescimento e valorização da empresa. 

  • Turnaround

Já o turnaround funciona como uma estratégia de investimento que se concentra na aquisição de empresas que enfrentam dificuldades financeiras significativas, com o objetivo de reestruturá-las e colocá-las de volta ao caminho do sucesso. Essa exige habilidades sólidas em renegociação de dívidas, redução de custos e reconhecimento da necessidade de mudanças estruturais e operacionais abrangentes.

Ao adquirir uma empresa em crise financeira, é assumido o desafio de identificar os problemas e as causas subjacentes, visando implementar medidas corretivas efetivas. Isso envolve a reavaliação do modelo de negócios, a reestruturação do quadro de funcionários, a otimização de processos e a negociação de acordos com credores e fornecedores.

Invista em private equity e venture capital com a DXA Invest

Publicado por Equipe DXA Invest.

Agradecemos pelo interesse! Entraremos em contato em breve.
Não foi possível enviar! Por favor, tente novamente.
PT