|
|

O que é um unicórnio e como o venture capital pode ajudar em sua evolução

Os unicórnios estão cada vez mais em evidência nos mercados de private equity e venture capital, por conta de seu impacto disruptivo no mercado.

Compartilhe

Muito comentados nos dias de hoje, os unicórnios estão cada vez mais em evidência nos mercados de private equity e venture capital. No caso do venture capital, que procura justamente por empresas em fase inicial de desenvolvimento, com grande potencial disruptivo e tecnológico, o impacto de um suporte qualificado pode ser muito positivo. 

Leia agora:

  1. O que é um unicórnio? 
  2. Como as startups se tornam unicórnios e qual o papel do venture capital em sua jornada?
  3. Conheça os unicórnios brasileiros mais famosos da atualidade 
  • O que é um unicórnio? 

No mundo de private equity e venture capital, o termo unicórnio já é bastante conhecido. Ele é utilizado para descrever uma empresa em estágio inicial – ou startup – que atinge uma avaliação de mercado de US$ 1 bilhão ou mais. Por essas startups extraordinárias serem valiosas e raras como os lendários unicórnios, o nome encaixou bem.

O termo foi popularizado por Aileen Lee, fundadora da Cowboy Ventures, em 2013, e desde então tem sido usado para destacar essas empresas que conquistaram um crescimento surpreendente e alcançaram um status de renome dentro do cenário empreendedor.

Leia também: 

Sendo assim, podemos caracterizar os unicórnios por sua capacidade de criar soluções inovadoras, disruptivas e escaláveis, atraindo atenção de investidores e capturando uma fatia do mercado em que estão inseridos. Eles são encontrados, geralmente, em setores que promovem tendências digitais e mudanças de comportamento nos consumidores, como tecnologia, internet e finanças.

  • Como as startups se tornam unicórnios e qual o papel do venture capital em sua jornada?

Antes dessas startups se tornarem bilionárias, foi necessária uma combinação de fatores, incluindo uma ideia única e promissora, uma equipe talentosa e dedicada e uma estratégia de negócios sólida. Em seguida, elas contaram com aportes significativos de fundos e/ou gestoras de venture capital dispostas a apostar em seu potencial de crescimento e inovação.

Além do aporte financeiro, o venture capital também oferece um valioso apoio estratégico e expertise às startups que buscam crescimento exponencial. Os investidores experientes de venture capital trazem consigo uma vasta rede de contatos, conhecimento de mercado e insights valiosos – como uma espécie de mentores –, orientando as startups em sua jornada e ajudando-as a tomar decisões importantes para seu sucesso a longo prazo.

Continue aprendendo: 

À medida que mais startups emergem no cenário global, o número de unicórnios continua a aumentar, tornando-se um indicador importante do potencial de disrupção e transformação que essas empresas podem trazer para a economia global. Um exemplo recente foi a aquisição da fintech brasileira Pismo pela Visa, em um transação de US$ 1 bilhão –  a maior negociação privada de uma fintech brasileira –, elevando a empresa ao patamar de um unicórnio. 

Venture capital no Brasil em 2023: segundo o relatório Inside Venture Capital Report, elaborado pela Distrito, plataforma que conecta soluções para startups, no primeiro trimestre deste ano foram realizadas 91 rodadas de investimento, totalizando uma injeção de capital no valor de US$ 247,02 milhões. 

  • Conheça os unicórnios brasileiros mais famosos da atualidade

Diversos unicórnios do Brasil, de diferentes setores – desde criptomoedas até aluguel e venda de imóveis – podem ser destacados aqui. O Mercado Bitcoin, fundado em 2011,  é uma corretora brasileira especializada em negociação de criptomoedas. Sua plataforma online permite transações com Bitcoin, Ether, XRP, Bitcoin Cash, Litecoin e outros criptoativos.

Em julho de 2021, a empresa alcançou um marco significativo ao se tornar o primeiro unicórnio do país no setor de criptomoedas. A empresa recebeu um aporte de US$ 200 milhões liderado pelo conglomerado japonês de tecnologia SoftBank, elevando sua avaliação de mercado para US$ 2,1 bilhões.

Blogs que podem ser úteis para você:

Fundado em 2012, o QuintoAndar, plataforma de aluguel de imóveis, levantou seu primeiro aporte três anos depois, no valor de US$ 6 milhões, com a participação da Kaszek Venture e investidores anjos. Em 2021, a startup alcançou um novo marco ao receber um investimento de US$ 250 milhões (mais de R$ 1 bilhão), liderado pelo SoftBank Group.

Outro caso de sucesso foi o da MadeiraMadeira. Atualmente um dos principais e-commerces de móveis do país, a companhia começou sua jornada como uma empresa voltada para a venda online de pisos e outros materiais de construção.

Em 2019, ela recebeu um investimento no valor de US$ 110 milhões, liderado pelo conglomerado japonês SoftBank. Os recursos foram direcionados para impulsionar a tecnologia, logística e aprimorar a experiência do cliente.

Pode te interessar:

No início de 2021, a startup anunciou um novo aporte significativo de US$ 190 milhões. Com esse investimento, o e-commerce de produtos para casa atingiu uma avaliação de mercado superior a US$ 1 bilhão, conquistando assim o cobiçado status de unicórnio.

Os unicórnios representam o sucesso das startups em criar soluções inovadoras, conquistar o mercado e transformar setores inteiros. Com o apoio do venture capital, essas empresas têm o potencial de impulsionar um ecossistema por completo, além de promover o crescimento econômico e inspirar uma nova geração de empreendedores.

Comece a investir em venture capital agora

Publicado por Equipe DXA Invest.

Agradecemos pelo interesse! Entraremos em contato em breve.
Não foi possível enviar! Por favor, tente novamente.
PT